Conhece os produtos portugueses certificados?

Para uma gastronomia ser reconhecida internacionalmente, os produtos utilizados na sua confeção têm de ser obrigatoriamente de qualidade e os alimentos produzidos no país encaixam-se perfeitamente nesta afirmação. Mas como garantir que o consumidor saiba que está a comprar um produto português, tradicional e de qualidade?

Através da certificação e denominações de origem. De forma a valorizar os produtos, seja pela sua origem geográfica ou características diferenciadoras, foram criadas regimes de qualidade para estes produtos para contribuir para a conservação e proteção das tradições e culturas dos territórios. 

Assim, existem três tipos de regimes de qualidade: DOP (Denominação de Origem Protegida), IGP (Indicação Geográfica Protegida) e ETG (Especialidade Tradicional Garantida).



Logo-DOP

Denominação de Origem Protegida (DOP)

Os produtos DOP são originários de um determinado local ou região, ou, em casos excecionais, de um país e possuem qualidades ou caraterísticas essenciais ou exclusivas de um meio geográfico, incluindo os seus fatores naturais e humanos. As fases de produção ocorrem na área geográfica delimitada.


Logo-IGP

Indicação Geográfica Protegida (IGP)

Os produtos IGP caracterizam-se pela qualidade, reputação ou outras caraterísticas que possam ser atribuídas à sua origem geográfica e que tenha pelo menos uma das fases de produção a ocorrer na área geográfica delimitada.


Logo-ETG

Especialidade Tradicional Garantida (ETG)

Este certificação resulta de um modo de produção, transformação ou composição que corresponda a uma prática tradicional para esse produto ou género alimentício. Necessita de ser produzido a partir de matérias primas ou ingredientes utilizados tradicionalmente.



Em Portugal atualmente o número de produtos certificados registados é de 192, dividido por 95 DOP, 97 IGP e 1 ETG, que se dividem em 142 produtos de comida, 40 certificações de vinho e 11 tipos de bebidas espirituosas.




A IDTOUR conta com experiência em analisar os produtos portugueses certificados, através do projeto Taste Portugal (Prove Portugal). Promovido pela Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) este projeto tinha o objetivo de criar uma rede de restaurantes “embaixadores” da gastronomia portuguesa, promovendo igualmente a marca Portugal e a qualidade dos seus produtos e dinamizar as exportações do país.

Este projeto possibilitou a identificação e inventariação de uma série de recursos importantes do ecossistema da gastronomia portuguesa como a criação de um receituário tradicional português e uma estruturação da rede de restaurantes portugueses no Mundo.

Saiba mais sobre este projeto aqui.

Obrigado por subscrever a nossa newsletter.

Este website utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.